Blog do Órion

Acompanhe o conteúdo do Parque Órion

Anbiotec Brasil empossa diretoria com desafio de fortalecer o setor de biotecnologia

Posse da nova presidente, Vanessa Silva da Silva, ocorreu na segunda-feira, dia 28, em evento online; empreendedora no Orion Parque, Maria de Lourdes Borba Magalhães, da Scienco Biotech, foi empossada como diretora nacional de Life Sciences e Insumos Estratégicos na entidade

A empresária Vanessa Silva da Silva tomou posse na segunda-feira, dia 28 de setembro, em evento online, na presidência da Anbiotec Brasil, associação nacional que representa as empresas de Biotecnologia e Ciências da Vida. Criada há 10 anos com o objetivo de oferecer canal de integração de associados e fortalecer o setor, apoiando a inovação e o empreendedorismo como ferramentas de fortalecimento e competitividade, a instituição conta hoje com mais de 100 empresas associadas, que movimentam anualmente um mercado de bilhões de reais.

Empreendedora no Orion Parque Tecnológico, Maria de Lourdes Borba Magalhães, proprietária da Scienco Biotech, foi empossada como diretora nacional de Life Sciences e Insumos Estratégicos na entidade. Para a empreendedora, que na Scienco desenvolve insumos para diagnóstico in vitro para todo Brasil, participar da diretoria da entidade será um importante networking para a região e contribui para disseminar a troca de experiências. 

Créditos: Firjan

“Como diretora de Life Science e Insumos estratégicos, teremos o compromisso de fortificar a cadeia produtiva de insumos produzidos nacionalmente para atender a indústria farmacêutica, o setor Agropecuário e Meio Ambiente. Dessa forma, minha atuação no Ecossistema de Inovação de SC e como representante do NIT Lages vai ser muito benéfico, pois teremos a capacidade de conectar-nos nacionalmente, através de uma ampla rede de conexões, as demandas dos setores às tecnologias criadas por Universidades e startups assim como as oportunidades e iniciativas de fomento”, ressaltou a pesquisadora. 

A posse coincide com o momento em que a pandemia provocada pelo Covid-19 coloca em evidência a necessidade de dar prioridade para as ciências da vida, dentro do contexto geral das ciências e tecnologia. Hoje, em todo o planeta organizações envolvidas com pesquisa correm contra o tempo para desenvolver a vacina que pode oferecer alguma normalidade para as populações. O Brasil inclui desafios adicionais, que vão demandar posicionamento estratégico de lideranças e empresários brasileiros.

Criada dentro do ambiente de inovação do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, e residente no Centro de Inovação do Orion Parque Tecnológico, a Scienco foi contemplada no Edital de Inovação para a Indústria, do Senai, na categoria “Missão contra Covid-19“, que visa gerar soluções de impacto contra os problemas causados pela pandemia do novo coronavírus. A partir do edital, a Scienco foi notícia com a criação de um novo teste para identificação da COVID-19, através de uma parceria com o Instituto Senai de Química Verde, do Rio de Janeiro.

“Nosso maior objetivo é inovar a gestão da Anbiotec Brasil, transformando-a na maior rede de negócios do setor de biotecnologia e ciências da vida do País”, assinala Vanessa Silva. Para viabilizar o projeto ambicioso, ela conta com a rede de apoio dos diretores e a experiência de 10 anos à frente de diferentes atividades na entidade. No período, ela teve oportunidade de conhecer o mercado e as empresas que, como ela reconhece, compartilharam, com confiança, estratégias e seus desafios, em busca de apoio para o seu crescimento, fortalecimento e competitividade.

Estratégico para qualquer país preocupado com o futuro, o setor de biotecnologia e ciências da vida não tem, de fato, a notoriedade de outros segmentos inovadores, como as áreas de tecnologia da informação. A constatação leva à necessidade de unificação de toda a cadeia de produção. “Vamos trabalhar com todas as instâncias, da saúde humana e animal ao meio ambiente”, assinala Vanessa Silva. Segundo ela, o “desafio é ouvir e entender a comunidade, dos pesquisadores aos empresários, para gerar informações e iniciativas de fortalecimento.

Saiba mais sobre a Anbiotec Brasil

A Anbiotec teve papel importante como articuladora de iniciativas destinadas ao atendimento de demandas geradas pelo surto do Covid-19. Ela contribuiu para viabilizar o fornecimento de testes rápidos para detecção do vírus. E também participou em ações de logística de insumos e testes. A Anbiotec Brasil também criou canais de conexão para coordenar as demandas relacionadas a produtos e serviços disponíveis, desenvolvimento de novas soluções e tecnologias e outros assuntos relacionados ao combate do coronavírus. Para isso, dividiu as áreas em canais de mercado, soluções inovadoras, orientações legais, regulatório, comércio exterior e logística, financiamento e editais.

No dia 15 de setembro de 2020 foram realizadas as eleições para escolha da Diretoria que será responsável pela gestão da Associação nos próximos dois anos. Confira a diretoria eleita:

CONSELHO DIRETOR

  • Presidente: Vanessa Silva – Enzytec Biotecnologia
  • Vice-Presidente: Mabel Alvarado – Alcance Inovação
  • Diretor Administrativo Financeiro: Silvio Arndt – Quibasa / Bioclin

CONSELHO FISCAL

  • Membro Efetivo: Kátia Souza – Linhagen Biotecnologia
  • Membro Suplente: Roberto Lima – Linhagen Biotecnologia
  • Membro Efetivo: Andreas Flugs – Celer Biotecnologia
  • Membro Suplente: Renata Mello – Renylab Química e Farmacêutica
  • Membro Efetivo: Pablo Melgaço – Fluxis Sistemas de Informação
  • Membro Suplente: Márcio Lacerda – Enzytec Biotecnologia

DIRETORIA TÉCNICA

  • Assuntos Regulatórios: Henrique Alves – Adca Material Cirúrgico
  • Comércio Exterior e Relações Internacionais: Ramaya Vallias – Zigma Importação e Exportação
  • Life Sciences e Insumos Estratégicos: Maria Magalhães – Scienco Biotech.
  • Articulação Institucional e Projetos Estratégicos: Cláudio Nascimento – Labgriô
  • Mercado IVD: Denilson Laudares – Celer Biotecnologia
  • Saúde Animal e Veterinária: Marcelo Santos Genelhu – Biocon Diagnósticos

Com informações: Anbiotec

© 2020 - Instituto Órion - Todos os direitos reservados