Blog do Órion

Acompanhe o conteúdo do Parque Órion

Lages: segunda cidade do estado em número de ideias na primeira fase do Centelha SC

Lages ficou como a segunda cidade com mais projetos aprovados na primeira fase do programa Centelha, da FAPESC, em todo estado. Esta quinta-feira (29/08) foi o último dia para o cadastro de ideias inovadoras no edital catarinense da iniciativa.  Foram mais de 1220 ideias cadastradas no Centelha em todo o estado. A proposta do programa é estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora estado. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. São até R$ 60 mil para o desenvolvimento de um produto ou negócio inovador. 💰💰💰💲

O número de ideias classificadas nesta etapa é um direcionamento no número de projetos aprovados no final da iniciativa. Cada projeto são R$ 60 mil para desenvolver uma ideia inovadora. Na serra catarinense, o total de ideias cadastradas foi 165, em nove municípios diferentes.

Para o diretor-executivo do Orion Parque, Claiton Camargo de Souza, o resultado demonstra mais um grande resultado para Lages, que vem crescendo em número de projetos aprovados desde o programa Sinapse da Inovação  – operação SC VI (2017-2018), que contou também com o apoio do Orion Parque na ajuda à submissão de ideias inovadoras por parte de empreendedores .

“Lages fica em 2° com número de projetos aprovados no Programa Centelha, do Governo do Estado, que vai premiar as melhores dessas ideias, com recurso para iniciar os projetos. Lages já tinha surpreendido na última edição do Sinapse da Inovação, ficando como a 3° cidade com maior números de projetos aprovados, e surpreende agora com essa marca impressionante ficando atrás apenas da Capital da Inovação. Isso mostra o resultado direto do Orion Parque e do Centro de Inovação atuando no Ecossistema regional, motivando as pessoas a acreditarem nas suas propostas e assim tenhamos mais empreendedores na Serra Catarinense”, comentou.

© 2019 - Instituto Órion - Todos os direitos reservados