Blog do Órion

Acompanhe o conteúdo do Parque Órion

31 de janeiro de 2019
Categorias Orion Parque

Aplicativo da Inovadora Sistemas facilita captação de dados de saúde pública em Lages

Incubada do Orion Parque, Secretaria Municipal de Saúde e Prefeitura de Lages são parceiros na Informatização no trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde de Lages

Um projeto em conjunto entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Inovadora Sistemas, de Joaçaba, prevê mudar a cara do acesso a informações sobre a saúde pública de Lages. A iniciativa prevê a utilização de tablets para a coleta de dados a partir da ação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), utilizando o aplicativo G-MUS, da Inovadora Sistemas – empresa residente no Orion Parque Tecnológico.

“Esse era um sonho antigo dos gestores e servidores da saúde municipal, e que hoje se torna realidade. Esse é um projeto piloto que estamos desenvolvendo, aqui no bairro Santa Catarina, mas todos os tablets, dos 278 agentes municipais, já foram comprados. Estaremos repassando, paulatinamente, até todos estarem munidos”, comentou o prefeito em exercício, Juliano Polese.

Na prática, a Unidade Básica de Saúde do bairro Santa Catarina foi a primeira a receber os primeiros 12 equipamentos. De acordo com o Gerente de Negócios da Inovadora Sistemas, Ronaldo Pozzobon, a iniciativa permitirá ampliar o leque de recursos e possibilidades, alargando a ação do agente.

“Ele pode auxiliar também caso o agente de saúde passe por um local e observe que existe algum problema, como vandalismo ou deterioração, que demande do poder público alguma medida. Assim, ele poderá tirar uma foto e mandar a informação para controle. A Gestão Municipal, através de seus departamentos competentes, receberá essas informações e dará algum encaminhamento. Será possível fazer um rastreio completo de residências em que não foi possível encontrar ninguém”, afirmou.

Pelo tablet, informações serão mais facilmente consolidadas

Ao usar o aplicativo no rastreio populacional, será possível estreitar a distância entre os setores públicos, profissionais e os cidadãos. O G-MUS permite a coleta de informações sem o retrabalho de digitação de informações, evitando também a duplicidade de dados ou de famílias cadastradas pelo aplicativo, aumentando e melhorando a produtividade de dados e comunicação interna. A ideia é também reduzir filas e o tempo de espera para os atendimentos.

Por meio do aplicativo, os agentes municipais de saúde farão os registros da visita domiciliar, além dos cadastros familiar, domiciliar e individual do cidadão. O tablet também permitirá a coleta da assinatura do usuário que fez os repasses dos dados.

Uma das vantagens do G-MUS é que os dados são sincronizados com a Secretaria de Saúde, e ficam armazenados no prontuário do usuário, possibilitando aos profissionais da saúde consultar as condições familiares e do domicílio de um determinado cidadão.

Secretária valoriza a agilidade

Para a Secretária Municipal de Saúde, Odila Waldrich, os tablets e o aplicativo instalados deixarão ainda mais ágeis os trabalhos executados.

“As informações que coletamos são repassadas para o Ministério da Saúde, e assim podemos ter mais oportunidade, capacidade e agilidade dos episódios para trabalhar ação e planejamento de situações ocorram. Ele vai facilitar não apenas o lado profissional dos agentes, como também da própria Secretaria de Saúde, no momento que vai trabalhar o planejamento das ações”, afirma.

© 2019 - Instituto Órion - Todos os direitos reservados